• Sílvia Moreira

Ação EUROCAROTEN financiada pela COST publica o artigo mais citado em Progress in Lipid Research

AçãoEUROCAROTEN financiada pela COST publica o artigo mais citado em Progress in Lipid Research, a revista mais citada da área de nutrição e dietética.


Os carotenoides são compostos muito interessantes que desempenham papéis-chave na Natureza. Durante muitos anos, o interesse pelos carotenoides como constituintes alimentares deveu-seà cor que eles conferem aos alimentos e ao facto de alguns deles serem precursores da vitamina A, sendo reconhecidos como promotores de saúde.

Os carotenoides são compostos essenciais para a sobrevivência das plantas, apresentando também vários benefícios para a saúde humana (que não os podem produzir, mas podem incorporá-los através da sua dieta). Os carotenoides são pigmentos, ou compostos naturais de cor, produzidos por todos os microrganismos fotossintéticos, tais como bactérias, fungos, e alguns insetos.

A principal fonte alimentar de carotenoides são plantas de cor laranja, amarela e vermelha, tais como cenouras, tomates, laranjas e outros citrinos; mas curiosamente, os carotenoides encontram-se principalmente nas folhas das plantas e em todos os vegetais verdes (sendo mascarados pela concentração muito mais elevada de clorofilas), numa concentração de miligramas por quilograma, sendo essenciais para a fotossíntese. Também os alimentos de origem animal, tais como leite e outros alimentos lácteos, gema de ovo, pele de peixe fresco, e mesmo colostro, têm carotenoides na sua constituição.


Por serem um ingrediente tão interessante, podemos também encontrar carotenoides sob a forma de suplementos e cápsulas, estando já estudado o seu efeito na diminuição do risco de desenvolvimento de cancros e outras doenças (condições de pele, ossos e olhos). Os carotenoides ingeridos através da dieta ou suplementos podem ser convertidos em Vitamina A, essencial para os seres humanos, no combate à deficiência de Vitamina A.

Apesar de todos os benefícios atribuídos aos carotenoides, apenas cerca de 10-20 (de um universo de quase 800) carotenoides estão a ser estudados em detalhe (já para não falar dos milhares de derivados).

O objetivo da ação COST EUROCAROTEN ("European network to advance carotenoid research and applications in agro-food and health") é aumentar a competitividade da indústria agroalimentar europeia e promover a saúde através da coordenação da investigação sobre carotenoides.

EUROCAROTEN publicou o artigo mais citado divulgado desde 2018 em Progress in Lipid Research, a revista de topo no campo da Nutrição e Dietética, tendo já recebido quase 200 citações, provando o interesse geral na investigação sobre carotenoides. O artigo de revisão discute a biossíntese dos carotenoides em vários organismos, a sua importância na indústria agroalimentar e na saúde, assim como explora novos tópicos de investigação futura.

O Professor Antonio J. Meléndez Martínez, Presidente da COST Action, comenta este feito pelo facto de os carotenoides serem «compostos extraordinários que servem para ilustrar a magia e sabedoria da Natureza, que aprendeu a aproveitar este composto antigo para os mais diversos fins, incluindo tornar as nossas dietas mais saudáveis e apelativas.»

5 visualizações0 comentário