• F4S Team

Sem solo? Sem quinta? Sem problemas. O potencial da agricultura sem solo é enorme.

A escassez de terras agrícolas e o aumento da população representam um círculo vicioso na procura por alimentos. Plantações sem solo parecem ser a solução!


A crescente urbanização está a devorar várias terras agrícolas, diminuindo a área disponível para cultivo. Estima-se que, daqui a 30 anos, a população mundial chegue aos 10 mil milhões. Estes dois problemas, aliados à crescente escassez de água potável, anteveem uma preocupação mundial crescente relacionada com a fome e a escassez de alimentos.

Uma das soluções apresentadas para estes problemas passa pelas plantações sem solo em ambientes controlados, como é o caso da aquaponia e hidroponia.


Quando falamos de aquaponia ou de hidroponia, ambas as técnicas permitem que as plantas prosperem, graças aos nutrientes que recebem e à estabilidade do ambiente em que são cultivadas. A aquaponia tem a vantagem de permitir o cultivo de peixes e plantas em simultâneo, com elevado valor nutricional e livre de pesticidas.


O cultivo de plantas e vegetais em sistemas sem solo permite produzir, mesmo em áreas urbanas, produtos saborosos e frescos e responder também às necessidades locais por maior quantidade de alimentos, não necessitando de terras agrícolas e com muito reduzido desperdício de água, em comparação com o cultivo no solo.


Neste artigo da “Fork Farms” são apresentados ainda exemplos reais de sucesso em companhias aéreas, educação, distribuição alimentar, entre outros.

Agora que já conhece algumas das vantagens destes sistemas, também já pode ter um em sua casa!


A complexidade e dimensão varia muito e alguns podem ser tão simples e compactos que estão adaptados a ambientes domésticos. Quando a pandemia surgiu, houve uma crescente necessidade de entretenimento, minimizar as idas ao supermercado e apresentar momentos de ensino para as crianças. Estes sistemas são os aliados perfeitos - três em um.

Leia mais.

0 visualização0 comentário